resenha de filme: Terra Estrangeira

tierraMy first review in Portuguese!  I’m watching Brazilian movies to try and improve my Portuguese comprehension.  I really enjoyed this gritty, noir Brazilian flick about the loss of identity for immigrants in Portugal, an early film by the director of Central StationThe version I watched had non-optional Spanish subtitles, which meant I actually knew what was going on.  A version with English subtitles – Foreign Land – also exists.

[Note on content: Not rated in the USA, but would be R for one sex scene plus adult themes.]

Um filme «noir» de suspense sobre a desesperança e a perda

Neste filme, do mesmo diretor que fez Central do Brasil, a mãe de um jovem Paco de São Paulo morre de repente e o jovem, sem saber o que fazer, se encontra metido com comerciante que o envia a Portugal para entregar um violino. Entretanto, a mulher Alex – garçonete brasileira em Lisboa – tem o namorado assassinado por comerciantes do mercado negro. As suas vidas se cruzam, os dois perdidos tanto fora (na cidade estrangeira) como dentro (sem saber como sobreviver).

É um filme «noir» (escuro), filmado a branco e preto. É um filme de desesperança e da perda. Gostei muito e o recomendo.

O ruim desta versão é que tem legenda em español que não se pode apagar. Mas o diálogo está no português. Também existe uma edição com legenda em inglês chamado Foreign Land.

[Uma nota sobre o conteúdo: Não tem classificação nos EUA, mas teria classificação de «R» por uma cena de sexo, algo de violência, e também por ter temas adultos.]

Advertisements

2 thoughts on “resenha de filme: Terra Estrangeira”

  1. Hi, if you are learning portuguese, like i’am learning english, I must help you with some thing:

    “sem saber o que facer” => ‘facer’ is wrong. The correct is ‘fazer’. The sound of zzzzzzz.

    “Portugal pra entregar” => ‘pra’ is much coloquial. You should write “para”

    “As suas vidas cruzam” => You must write “As suas vidas se cruzam”, because the “se” indicates that one life cross the other life. Otherwise, without the “se”, you do not know what the both lifes are crossing.

    “filmado a branco e negro” => the correct is “filmado em branco e preto”. “negro” and “preto” are basically the same thing, but in that case you should prefer “preto”.

    “É un filme” => the correct is “É um filme”. In portuguese, “un” does not exist. Maybe in Spanish.

    “O mau desta versão” => In this case you must use ‘O ruim desta versão’. ‘Mau’ sounds like “evil”. ‘Ruim’ sounds like “bad”.

    “tería” => ‘teria’.

    But I think your portuguese is much better than my english.

    Bye.

    Marco

    1. Muito obrigado, Marco. Aproveité de seus comentarios para fazer as correcções na resenha. Vou aprendendo, pouco a pouquinho.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s