resenha de filme – Simonal: Ninguem Sabe O Duro Que Dei

a música linda dos anos sesenta…e também algo sobre uma ditatura

Admito que sou a pior pessoa no mundo para resenhar este filme.  Nunca tinha ouvido de Wilson Simonal, e não entendo portugués perfeitamente assim que com um filme documentario sem muita ação, me posso perder.  Dado isso, gostei da musica de Simonal e das cenas de seu programa na televisão que demostram no filme.  Foi ao filme o sábado passado no Rio de Janeiro, comprei o último ingresso, e ao final do filme o cinema inteira aplaudio, assim que os cariocas parecem gostar do filme sem.

Além da música, o filme se trata das acusações que Simonal colaborou com o governo ditador e da sua vindicação eventual.

Agora, deixarei que outros que sabem (and comprendem) mais que eu comentem.  No site do filme, tem o trailer. 

O Povo online disse: “Imagens de arquivo primorosas e depoimentos reveladores são alguns dos pontos fortes de Simonal -Ninguém Sabe o Duro que Dei, documentário que estreou nos cinemas nacionais, com a proposta de jogar luz à história do cantor Wilson Simonal, dono de sucessos como Nem Vem que Não Tem e ídolo dos anos 60” [1].

Yahoo! Brasil disse: “Os diretores do filme…não quiseram saber ou provar inocência ou culpa.  Queriam apenas devolver uma humanidade ao cantor e fizeram isso com louvor, de forma primorosa. … O filme enche os olhos, principalmente pelo rico acervo de imagens apresentadas, enfatizando os momentos dourados do cantor, antes de sua queda.” [2].

Nota sobre o conteudo:  Não tem nada ofensivo.

[1] Poli M, “Simonal: história passada a limpo,” 18 Mai 2009.

[2] Veras D, “Simonal: showman proibidão,” 18 Mai 2009.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s